O burburinho começa antes do Burburinho


A nossa contagem regressiva já está a todo vapor: faltam menos de 30 dias para o nosso festival, que acontecerá nos dias 08 e 09 de outubro na Arena das Dunas. Mas e se a gente disser que o burburinho já começou, antes mesmo do nosso encontro no Burburinho?


Um “burburinho”, se você ainda não sabe, é um ruído causado por muitas pessoas falando ao mesmo tempo. Por aqui, os grupos de Whatsapp já estão criados há muito tempo, as reuniões já estão acontecendo, e há inúmeros profissionais atuando para proporcionar não apenas um evento, mas uma experiência maravilhosa.


No processo de construção da nossa programação artística e cultural, nosso intuito é abraçar todos os públicos e oferecer uma experiência lúdica, criativa e divertida. Estamos muito felizes em contar com artistas e grupos tão importantes e diversos, de diferentes locais do estado e cada um com seu jeito único. Chega logo, outubro! <3


Enquanto isso, conheça um pouco mais sobre os artistas selecionados que irão compor a nossa programação:


Artes visuais:

  • Christalina | Christalina é artista visual e tem como base de sua produção autoral retratar sua própria imagem e história de vida. Utiliza principalmente o desenho e a pintura digital como técnicas para expressar reflexões sobre a natureza psíquica e os sentimentos inerentes ao Ser Humano (raiva, alegria, tristeza...), fazendo também da linguagem audiovisual e literária meios e ferramentas de elaboração e exames de consciência no seu caminho pela busca de si mesmo.

  • Sunsarara | Sun é arteira potiguar e ilustra temas tabus de nossa sociedade, sobre a corpa & sexualidade. Faz intervenções na rua com lambe-lambes, pintura & performances, fazendo da arte uma possibilidade de transformação de si mesma e da paisagem urbana, vivenciando as intervenções como uma experiência coletiva. Considerando a rua como cenário de diálogos, Sun reconhece a potência de ocupar o cotidiano & os espaços urbanos na desconstrução dessa lógica cultural imposta sobre a liberdade de escolhas das corpas sobre si mesmas.


Dança:

  • Balé da Cidade do Natal | O Balé da Cidade do Natal tem priorizado a diversidade temática, a multiplicidade de linguagens e, principalmente, a qualidade em seu repertório - sem esquecer, contudo, das suas responsabilidades sociais. Assim, a Companhia, desde sua criação (em 2002), procura manter intercâmbios coreográficos com grandes nomes dos cenários nacional e internacional, como Armando Duarte, Mário Nascimento, Luiz Arrieta, Marcelo Moacir, Anízia Marques, Maurício Motta, João Alexandre Lima, Cosme Gregory, Verônica Schell, entre outros, inclusive dentro da própria Companhia, por reconhecer as significativas contribuições desses contatos para o seu processo de desenvolvimento artístico.

  • Soul Família | A Soul Família é uma família que pesquisa, pratica e ensina as danças urbanas da cultura hip-hop. O grupo começou em 2018 com dois integrantes, Quing Agunier e Kamal, e com o passar dos anos novos membros se integraram à família para aprender e se especializar na cultura e nas danças urbanas. O objetivo da Soul Família é disseminar e conscientizar a sociedade sobre a cultura hip-hop e suas danças urbanas por meio de ações sociais, aulas, palestras e apresentações. Alguns de seus membros fizeram e fazem parte do cenário artístico da cidade com intervenções artísticas, parcerias em videoclipes e shows de MCs, tais como: Cafuzo da Baixada, Diniz K9, Carcará na Viagem, Amem Ore, Banda Alphorria, Ale du Black, Chico Bomba e outros.


Literatura:

  • Insurgências Poéticas | O sarau/coletivo/selo editorial independente Insurgências Poéticas foi criado em 2016. Até o momento, foram realizadas mais de 300 edições do sarau, participando dos principais festivais de arte da cidade e integrando artistas de diversas áreas e tempos de atuação. O selo publicou 11 obras, entre livros e zines. Para celebrar os 7 anos de ações ininterruptas, realiza a edição especial “O Interior do Interior” no Burburinho Festival de Artes 2022, contando com os poetas Canniggia Carvalho, Marina Rabelo, Michelle Ferret, Regina Azevedo e Thiago Medeiros.


Música:

  • Fortunato e os Jovens de Ontem | Fortunato e os Jovens de Ontem é uma banda que nasce do encontro de quatro artistas potiguares dentro da Incubadora DoSol: Igor Fortunato (cantor e compositor), Ana Morena (baixo), Yves Fernandes (bateria) e Thiago Andrade (guitarra). Com levadas de rock, blues e flerte com latinidades, a banda potiguar estreia com o lançamento do disco "Agudo", trazendo uma pegada dançante com letras fortes que passeiam pelas dores, felicidades, tristezas e intensidades dos apaixonados, resultando em canções para se cantar a plenos pulmões.

  • Dj Samir | Samir Lemos, mais conhecido no cenário artístico potiguar como DJ Samir, está nas pistas com sua discotecagem desde a década de 90, quando começou a se apresentar em festas particulares, como nos bailes da Black Pub. Depois passou a participar de eventos importantes, tais como Virada Cultural (2006), Carnaval Multicultural de Natal (2018, 2019 e 2020). No ano de 2019, fez uma belíssima homenagem ao centenário do compositor paraibano Jackson do Pandeiro, discotecagem que teve grande repercussão em Natal. Há mais de dois anos, realiza semanalmente, no Espaço Cultural Bardallo´s Comida & Arte, o projeto Quinta Discow, movimentando intensamente a vida cultural no Centro Histórico da nossa cidade. Além disso, fez parcerias com artistas renomados da cena musical local, como NeguEdmundo, DuSouto, Agregados Família do Rap e Clara Pinheiro.

  • Jennify C. | Jennify C. é Drag Queen natalense não binária com mais de 10 anos de experiência como produtora musical, rapper, performer e DJ. Em 2020, decidiu investir em sua carreira como Drag Queen produtora para quebrar os estigmas sociais de que somente homens cisgêneros e brancos poderiam produzir. Hoje investe também em produção de trilha sonora para jogos e artistas independentes. Lançando “SATURADA” como seu primeiro single, Jennify C. traz versatilidade e técnica para que todes possam apreciar.

  • Alan Persa | Alan Persa começou seu trabalho em 2015, como músico de rua, tocando nas praias de Natal e em calçadas de grandes lojas da cidade. Em 2021, sua música “Comedor de Camarão” foi premiada como Música do Ano no Prêmio Hangar. Hoje, além de shows em bares e festas particulares, Alan continua com seu trabalho de shows de rua, fazendo luaus nas praias de Ponta Negra, Jenipabu e Cotovelo, reunindo até cerca de mil pessoas em suas apresentações.

  • DK | Nascido e criado no Rio Grande do Norte, fruto de uma controvérsia do destino, foi em terras cariocas que DK teve seu primeiro contato com o baile charme e funk, sendo essa a linha do meio para todos os ritmos com que taca fogo na pista. A junção entre as referências do pop internacional, rap, soul, AirBnb e MPB com o ritmo de maior escalada do Brasil, o funk, são as principais características de DK (@danilokauan), que aos 21 anos de idade sabe muito bem como comandar uma pista.

  • Pretta Soul | Pretta Soul é uma artista necessária na música produzida no RN. Seu show precisa ser visto e aplaudido, porque, além de incentivar a participação de outras jovens mulheres no hip-hop, fortalece a luta contra o preconceito de raça, gênero, classe e religião. Mais da metade de sua vida foi e é dedicada a duas paixões: cantar rap e fazer tranças. Desde os 14 anos ela trabalha trançando cabelos. Deu seus primeiros passos na música integrando o grupo de rap feminino “Dandaras” (2005), depois passou por experiências nos grupos Conexão Mil Graus, Time de Patrão e Caboclas. No Burburinho Festival de Artes, o público poderá ver a força de uma preta, mãe e periférica que através do hip-hop encontrou uma nova expectativa de vida e de transformação em um novo ser. “Nas minhas letras e rimas tudo é inspirado na minha sobrevivência. Falo de conquistas, de não desistir’’, afirma.


Teatro:

  • Cia A Máscara de Teatro | A Cia. A Máscara de Teatro é uma associação não empresarial, criada no ano de 1999 pela atriz Tony Silva e pelo ator e cenógrafo Damásio Costa. Nasceu com o intuito e a finalidade de atuar, bem como de fomentar pesquisa no campo da atividade teatral. Ao longo de seus mais de 20 anos de percurso a Companhia tem alcançado importantes contribuições no setor artístico. Hoje é representada pelo ator e professor especialista em arte-educação com ênfase em teatro Jeyzon Leonardo, pela pedagoga, atriz e arte-educadora com ênfase em teatro Luciana Duarte, pelo professor de Geografia Andreilson de Castro e pelo ator, restaurador e cenógrafo Damásio Costa e possibilita junto à comunidade uma vivência ativa, incluindo jovens artistas como Anderson Silva e Júlia Medeiros em seu fazer teatral, com os devidos desdobramentos sociais e educativos.

  • Mágico Capitão Jack | Capitão Jack (Leidson Macedo Felix), natural de Currais Novos/RN, é ator, diretor, mágico e poeta cordelista. Mágico profissional desde 2013, foi mágico do Circo Grock durante 8 anos. No ano de 2015 foi campeão do Festival Nordeste de Mágicos (FENOMA) e vencedor do Quadro Mágicos no Programa Silvio Santos. Participou dos seguintes festivais: Estação da Mágica em João Pessoa/PB, MAGIPAR em Curitiba/PR, Magic in Rio no Rio de Janeiro e Magic Festival Brasil em Botucatu/SP.





31 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo